Resenhas

Desenhos do tempo|Peter Rossi

Recebi uma mensagem do Rossi me comunicando que me enviaria seu livro eu nem pude acreditar. “Desenhos do tempo” chegou me enchendo de felicidade por se tratar de um livro contado em forma de cônica.

“O tempo é um cisco em nossos olhos de menino. Precisamos soprar nossos olhos e ver novamente todas as cores do dia mais feliz do mundo.”

Como diz Cândido Dultra “Um livro para ser lido sem pressa e com o coração”, e de fato é. Desenhos do tempo conta de forma doce e poética a infância e juventude desse advogado, que decidiu através da sua paixão pela literatura transformar sua caminhada de anos e lembranças em um belo livro.

Com o passar dos capítulos vamos mergulhando em devaneios nostálgicos de suas lembranças e nos pegamos viajando em nosso próprio passado. Em um momentos fazendo ensinamentos com suas belas palavras, noutro nos fazendo chorar com sua história.

“Vai ver que essa saudade que me atormenta é a clássica dor de cotovelo, por não me lembrar com a a exatidão da felicidade dos momentos vividos, me deixando somente o sabor do que foi bom, muito bom.”

Desenhos do tempo chegou e permanecerá gravado comigo para sempre em meu pensamento e coração todas as paisagens, prosa, mensagem e as belas lembranças que essa obra me proporcionou.

“É interessante perceber que viver nada mais é do que o repetir da mesma canção, cada dia num ritmo diferente, ecoando a passos lentos, num baile no centro do salão.”

Obrigada Peter Rossi.

Ficha Técnica 
Título: Desenhos do tempo
Autora: Peter Rossi
Editora: Ramalhete
Gênero: Crônica
Páginas: 172

Flaviane Vilar

Me chamo Flaviane Vilar, tenho 30 anos e sou de Juazeiro do Norte – CE. Criei o Façanhas Literárias em 2019 e é através desse espaço que compartilho as coisas que mais amo.

Artigos recomendados

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.