Resenhas

Mais do que palavras podem dizer | Brigid Kemmerer

Segundo livro da autora que leio e cada vez mais me encanto com suas histórias. Em Mais do que Palavras podem dizer, Brigid trás um personagem que está presente em Aos perdidos, com amor, porém não muito explorado no seu livro de estreia aqui no Brasil. Rev Fletcher é o melhor amigo do Declan Murphy, personagem principal do outro livro, e nesse vamos nos aprofundar mais em seu passado perturbador e cheio de traumas.

Rev é um garoto misterioso que se esconde em seu capuz preto. Filho adotivo dos adoráveis Kristin e Geoff, casal faz parte do cadastro do “foster family”, assim como chamam nos EUA famílias que estão dispostas a dar apoio a crianças que perderam seus pais por algum motivo como morte ou prisão.

As coisas estavam indo tranquilas até que Rev recebe uma carta de seu pai biológico que abala todas as suas estruturas e faz seu sangue ferver. Seu passado não é um dos melhores, com um pai altamente religioso, quando criança sofria agressões dele que usava passagens da bíblia como forma de punição e castigo e às aplicava no Rev.

Quando criança entendia que o que o pai fazia era correto, até que um dia seu pai é pego e condenado a prisão por maus tratos de incapaz. Como não tinha outros parentes que pudessem acolhe-lo ele acaba indo para o lar acolhedor da Kristin e Geoff e com o tempo eles acabam o adotando.

Os traumas são pertinentes em seu dia a dia como o fato de não manter comunicação com muitas pessoas e na forma como se veste usando sempre um blusão de capuz preto que serve para que alunos de sua escola façam bulling o chamando de morte.

Emma é uma jovem aspirante a designer de games como seu pai. Criou seu próprio jogo online onde passa boa parte do tempo jogando, uma atividade não muito aprovada por sua mãe médica. A internet é uma faca de dois gumes para Emma, ela tanto à trás momentos e descontração como de aflição, isso porque vez ou outra entra um cara no jogo com codinome “pesadelo” que vive xingando e humilhando, falando coisas obscenas para ela o que a deixa perplexa.

Rev e Emma se conhecem do colégio, mas não tem contato um com outro, até o dia em Rev sai para dar uma volta após receber outra carta de seu pai e Emma decide sair com sua cadela, para esquecer certos absurdos que ouviu no jogo, é dai então que eles acabam se encontrando e se conhecendo melhor. Com o tempo eles vão descobrindo como um pode ajudar ao outro com seus problemas.

Mais do que palavras podem dizer trata de assuntos sérios como cyber bulling, assédio virtual, violência infantil, adoção que são muito bem abordados na trama. E uma das coisas bacana foi a introdução do Declan e Jullit em alguns momentos do livro, quem leu Aos perdidos, com amor sem dúvidas ficou com gostinho de quero mais.

Preciso deixar aqui minha admiração pela autora não só por suas obras que amo mas também por ser muito atenciosa com os fãs. Em um de seus stories no Instagram fiz uma pergunta se haveria a possibilidade de um de seus livros virarem filmes e a resposta foi positiva, porém não deixou claro de qual obra se tratava e nem previsão, então gente para nós fãs só resta esperar e torcer para que seja em breve.

Todas a novidades que forem surgindo eu vou atualizando vocês por aqui.

Ficha Técnica
Título: Mais do que palavras podem dizer
Autora: Brigid Kemmerer
Editora: Plataforma 21
Gênero: Young Adult
Páginas: 408

Flaviane Vilar

Me chamo Flaviane Vilar, tenho 30 anos e sou de Juazeiro do Norte – CE. Criei o Façanhas Literárias em 2019 e é através desse espaço que compartilho as coisas que mais amo.

Artigos recomendados

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.